INX vence processo contra agência por péssimo tratamento e condições de trabalho!

O grupo de cinco integrantes, INX, ganhou seu processo contra a agência por péssimo tratamento e condições de trabalho.

Em 22 de junho, foi divulgado que o INX ganhou o processo para rescindir seu contrato com a agência no Tribunal Distrital de Seul no dia 20. Segundo relatos, a agência do boygroup continuou diminuindo o quadro de funcionários de suas agências, o que dificultou o apoio dos membros em termos de gerentes, transporte e aulas de canto e dança.

Eles tinham que pagar seus próprios custos de cabelo e maquiagem, juntamente com procedimentos de cosméticos sob o pretexto de “auto-gestão”. O grupo também teve que alugar uma sala de aula de aeróbica para ensaiar e a senha para a sala era frequentemente alterada, o que limitava seu acesso.

Além disso, a agência não forneceu apoio monetário para alimentos ou utensílios domésticos em seu dormitório, dizendo aos membros: “Você não vai morrer só porque você pulou uma refeição”. Quando um membro da equipe falou que a agência deveria pagar pelas refeições do grupo, o funcionário foi prontamente demitido. Para suas promoções no exterior no Japão e em Taiwan, o INX não era acompanhado por gerentes ou funcionários, tendo que se promover por conta própria. Essa falta de segurança levou os membros a sofrer frequentes ocorrências de assédio sexual nos eventos.

O chefe da agência muitas vezes intimidava os membros, afirmando: “Se você não me escutar, eu destruo suas chances neste setor”. Os membros também foram ameaçados com uma enorme multa se ousassem violar seu contrato. Apesar de seus esforços, dizem que o INX nunca foi pago por nenhuma de suas atividades. Quando levaram o caso ao tribunal, o juiz considerou o seu contrato exclusivo inválido, uma vez que a empresa não cumpriu as suas obrigações contratuais.

O INX fez seu debut em 2016 com o single digital Alright, e seu último lançamento foi 2gether em 2017.

 

Deixe seu comentário: